Seja bem vindo
Sumaré,22/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Ventos fortes e tempestades alteram cronograma de cortes e podas de árvores em Hortolândia

Prefeitura espera retomar, a partir de segunda-feira (13/11), atendimentos agendados e pede auxílio à população

Fonte: Prefeitura de Hortolândia
Ventos fortes e tempestades alteram cronograma de cortes e podas de árvores em Hortolândia

Além de pontos de alagamento, quedas temporárias de energia e desconforto gerado a alguns moradores, os ventos fortes e as tempestades caídas em outubro deste ano, em Hortolândia, geraram ainda outros desdobramentos. Afetaram o cronograma de atendimentos realizados pelas equipes do DVDS (Departamento do Verde e Desenvolvimento Sustentável) da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura, atrasando os serviços previamente agendados. A expectativa é que estes atendimentos previstos sejam retomados a partir de segunda-feira (13/11), respeitados os critérios de urgência e antiguidade de cada caso.

Levantamento feito pelo DVDS, a pedido do Decom (Departamento de Comunicação), mostra que, de janeiro a outubro de 2023, 138 árvores caíram em razão de fatores climáticos – 55 em janeiro e 62 em outubro, os meses mais críticos. No mesmo período de 2022, o número de árvores removidas por questões de segurança, após queda causada por chuva e ventos, foi de 94, 15 delas somente em outubro. Entre as espécies mais afetadas estavam Sibipiruna, Aroeira Salsa, Ficheira, Pau Ferro, Ipê Rosa, Ipê Amarelo, Alfeneiro, Santa Bárbara e Leucena.

Ainda de acordo com o Departamento do Verde, foram executadas em outubro de 2023 71 “supressões” de árvores. Destas, 87,32% (62) ocorreram fora do planejamento inicialmente feito, por terem sido causadas por vendaval e chuva, e 12,68% por problemas de doença (09), detectados por meio de vistoria prévia, após solicitação de corte feita pelos munícipes.

Em média, o DVDS recebe 193 solicitações de corte e 90 de poda, por mês. Por ano, são feitos, em média, à Prefeitura 602 pedidos de corte e 489 de poda. O ritmo de execução diária destes serviços em 2023 é de 78 casos de corte e 203 de poda.

Pedimos a compreensão da comunidade, neste sentido, pois, em razão da queda de árvores, em decorrência das chuvas, o trabalho de corte e poda por agendamento foi prejudicado. Além disso, há solicitações incompletas, com informações pendentes após a vistoria”, explica o assessor departamental do DVDS, pós-graduado em Engenharia Ambiental, Abel Laudino.

Cidades sustentáveis, com certeza, serão mais resilientes em situações de Eventos Climáticos Extremos e é isso que a Administração Municipal busca alcançar em nosso município, incluindo também a forma de plantios e manejo da arborização urbana. É primordial, antes de plantarmos qualquer espécie de árvore, buscar orientação e se realmente o local é adequado para o plantio. Atualmente, enfrentamos sérios problemas de árvores de grande espécie, plantadas em locais inadequados. Diariamente, temos equipe específica para equacionar problemas relacionados a possível risco de quedas", esclarece a secretária de e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento.


Vistoria técnica


Os cortes de árvores são tecnicamente chamados de “supressões” pelas equipes da Secretaria. Estas solicitações de corte ou de poda podem ser feitas online, por meio da Carta de Serviços, hospedada no Portal da Prefeitura, ou presencialmente, com o auxílio de uma servidora do DVDS, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O DVDS está localizado na Rua Pedrina Oliveira da Cunha, 275, no Jardim Terras de Santo Antônio.

https://servicos.hortolandia.sp.gov.br/carta-de-servicos/meio-ambiente/corte-poda-e-plantio-de-arvores/

O protocolo de atendimento prevê que, enviado o pedido, a vistoria técnica aconteça em até 15 dias, acontecendo em média três ou quatro dias após a solicitação. No entanto, a execução do serviço demora um pouco mais, pois dependerá do resultado desta vistoria. Às vezes, são solicitados documentos faltantes para que a demanda seja autorizada e entre como OS (Ordem de Serviço) no cronograma de atividades previstas para execução.


Cidade Árvore”


Hortolândia recebeu, em outubro passado, o certificado de “Cidade Árvore do Mundo”, conferido pela “Arbor Day Foundation”, órgão ligado à ONU (Organização das Nações Unidas). A premiação aconteceu em Washington, DC, nos Estados Unidos da América, durante o Fórum das Cidades, em meio ao Fórum Mundial de 2023 sobre a agenda de Florestas Urbanas.

O certificado é um reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Hortolândia na área ambiental. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o conjunto de ações realizadas pela Administração Municipal nos últimos 10 anos, coloca a cidade no rol de 168 municípios de 21 países com maior número de políticas públicas de arborização e desenvolvimento com sustentabilidade.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login